terça-feira, 23 de março de 2010

Sou o outro

Um comentário:

direitinho disse...

Gosto muito deste poema.
Sou o outro....
Aquela parte esquecida
Aquele que sempre espera
Aquele que ainda acredita

Beijinhos com muita ternura