sábado, 10 de outubro de 2009

O Vôo

Goza o vôo do anjo perdido em ti.
Não indagues se nossas estradas,tempo e vento,desabam no abismo.
Que sabes tu do fim?
Se temes que teu mistério seja uma noite,enche-o de estrelas.
Conserva a ilusão de que teu vôo te leva sempre para o mais alto.
No deslumbramento da ascensão
se pressentires que amanhã estarás mudo
esgota,
como um pássaro,
as canções que tens na garganta.
Canta.
Canta para conservar a ilusão de festa e de vitória.
Talvez as canções adormeçam as feras
que esperam devorar o pássaro.
Desde que nasceste não és mais que um vôo no tempo.
Rumo ao céu?
Que importa a rota.
Voa e canta enquanto resistirem as asas. "

Menotti del Picchia

4 comentários:

direitinho disse...

Bom dia
Hoje presenteou-nos com mais uma bela e profunda postagem.
Em vez de dizermos:
-Se eu tivesse asas !............
Temos asas e deveremos aproveitá-las e voar cada dia mais alto como diz o poeta.
Não importa o tempo de voo que se tenha, importa sim como se viveu esse tempo.
Desejo-lhe uma boa semana e que o seu voo seja o caminho para ser livre e feliz.
Muita força nas suas asas de voo.

Jaqueline Sales disse...

Tem um sino de vento lá nos Uivos que mexe e faz barulhino. Tenho certeza de que vc vai gostar muito desse sino. Passa lá e vê!!

BeijUivooooooooossssssss da Loba

Anônimo disse...

Hola, hay nuevos textos en http://elperroelocuente.blogspot.com/
Saludos.
Jorge Aloy

Anônimo disse...

Sylvia,

Tem texto novo em

http://www.pretextoselr.blogspot.com
http://pretextoselr.blogspot.com


Abraço.
Eduardo L Resende