domingo, 10 de janeiro de 2010

Das Pedras





Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.

Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.
Uma estrada,um leito,uma casa,um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

Cora Coralina

6 comentários:

Lissandra disse...

Olá!

Pesquisando.. encontrei seu blog, confesso que nessa viagem me senti plena e realizada.
Tudo perfeito e de um ótimo gosto.
PARABÈNS!

Receita de Casa
Lya Luft

Uma casa deve ter varandas
para sonhar, cantos para chorar,
quartos para os segredos
e a ambivalência.
Um amor precisa espaço de voar,
liberdade para querer ficar,
alegria, e algum desassossego
contra o tédio.
Não se esqueçam os danos a cobrir,
o medo de partir,
e o dom de surpreender
- que é a sua essência.

In:"Exílio"

direitinho disse...

As pedras que nos formam e informam
Que nos criam de sonhos e desejos são flores perfumadas de poesia de amor.
Transformar cada pedra que nos esmaga em poema é obra de grandes artistas.

Jaqueline Sales disse...

Encontrei muitas pedras enquanto tentava deixar mensagem de Feliz Aniversário, Sylvia - telefone sem atender e um silencio terrível. Avaliei que vc deveria estar se divertindo, pois a Angela também tentou e não conseguiu. PRECISAMOS NOS ENCONTRAR para nos abraçar, nos ver mesmo, pois ano passado já se foi: estamos em 2010.

Seja como for, FELIZ ANIVERSÁRIO! Que Deus abençoe voce com toda a paz, a saúde e a tranquilidade que precisa para viver e ser muitoooooooooooooooooooo feliz.

Beijooooooooosssssssss da Mana Loba

Zica Cabral disse...

oi Sylvia peço desculpa por tão grande ausencia.Mas nunca esqueço amigas que me ajudaram a ultrapassar maus momentos. Hoje, estou em casa porque estou com AQUELA contipação. Começou ontem com dores de garganta, tomei pastilhas para a garganta mas à noite estava com febre e hoje tb. Nada de grave, vai passar mas chateia como todas as constipações.
E vc minha amiga, como vai?

As pedras são sempre belas e muito uteis. Mesmo aquelas que se atravessam no nosso caminho, servem para exercitar a nossa imaginação e engenho para as retirar para o lado ou para as contornar quando são grandes de mais e, seguir o nosso rumo.
Tb servem para construir pontes que nos ligam a outras margens, quer geograficas quer humanas. Casas para nos abrigarmos e nos aquecermos. Gosto de pedras. Das suas variadas cores, estruturas e formas. Ás vezes quedo-me fascinada a olhar a suavidade dos seixos rolados que dão à costa nas praias.
Beijinhos amiga querida
Zica

Anônimo disse...

Aparecieron dos nuevos artículos en el blog del perro. Se trata de los inicios de cuentos y El diccionario del diablo de Bierce. Recomendamos no se pierdan de leer la definición de la palabra "soga". ¿Qué creen que significa?
Podés hacer clik acá: http://elperroelocuente.blogspot.com/
Saludos.
Jorge Aloy

prafrente disse...

Sylvia
Antes de mais mil perdões por ter esquecido seu aniversário; não vale a pena fingir porque esqueci mesmo, nem vale procurar desculpa para isso.
PARABÉNS E QUE TODA A ENERGIA DO UNIVERSO A ABENÇOE.

A foto das pedras mostra um local muito semelhante ao vale do Lapedo, perto de minha casa.Quando eu era criança costumava atirar pedras aos ninhos dos melros...agora adoro jogar pedras sobre as ondas do mar e vê-las saltar sobre a água salgada do oceano...outra forma de voltar a ser criança.

Beijinho de Portugal