segunda-feira, 30 de março de 2009

.
.
Quando você criará coragem para abrir as portas da alma? Quando você se decidirá por ser livre e feliz?
.
.
No ideograma chinês, crise quer dizer, ao mesmo tempo, risco e oportunidade.
.
.

3 comentários:

direitinho disse...

É realmente verdade este proverbio.
Nas dificuldades aprendemos a superá-las e a resolver os problemas.
Diz um ditado aqui na Aldeia
«O engenho aguça a arte»
O meu pai dizia-nos:
«eu cá me defendo» Como nós sabiamos entender esta expressão.
Não ficava a lamentar situações.
Estudava os problemas e encontrava sempre a melhor maneira de os resolver sem prejudicar ninguem.
Libertar a alma será isso mesmo.
Nós somos livres na medida que nos libertarmos das coisa materiais e vivermos soltos de amarras psiquicas e físicas.
Um bejo de carinho por este acordar em paz e recordar coisas tão importantes na vida de cada dia

Jaqueline Sales disse...

Um detalhe importante: psicologia transpessoal não é uma graduação. É uma formação. Os médicos têm acesso à psicologia transpessoal porque ela fala de algumas doenças que se cronificam no plano imaterial, não no corpo físico. A medicina não tem como tratar uma doença que compromete o lado espiritual das pessoas, pois na atualidade o ser essencial que somos não é ouvido na sua inteireza - eita, falei parecido com o Leloup! rsrsrsrs

A psicologia transpessoal te faria um enorme bem, sabia? Procure se informar, pois você não vai se arrepender, Sylvia!

Vou deixar o link da Unipaz para que você pegue informações sobre a formação holísitca de base. Um dos tripés da Unipaz é a transpessoal, já que Leloup é psicólogo com essa formação, assim como Roberto Crema e os demais.

http://www.unipaz.org.br/onde/brasil_fortaleza.htm

Vou mandar pelo e-mail alguns tópicos para que vc saiba que psicologia transpessoal seria a formação ideal para você nesse momento.

BeijUivooooooooooooossssssss da Loba

Zica Cabral disse...

Há crises e crises. As exteriores,melhor ou pior vão passado e encontra-se sempre uma solução,porém as interiores são mais dificeis. Quanto mais nós queremos que elas passem, parecem que mais se agarram a nós, E quando as duas (as interiores e exteriores) coincidem..............bem, então queremos é desaparecer da face da terra. Estou numa fase assim..................parece que tenho um muro intransponível à minha frente e que não vejo nenhuma maneira de o passar.Mas hei-de descobrir uma!!!!!!!!!!!Deus há-de mostrar-me um caminho
bjs Sylvia
Zica